USANDO O TEMPO A SEU FAVOR

Faz séculos que não posto nada por aqui, e não foi por falta de ideias, mas sim por acumular muitos afazeres e ter que fazer malabarismo pra dar conta de tudo. Estes últimos meses foram um pouco complicados, porém cá estou e pretendo falar da organização de tempo para se dedicar a hobbys em meio a tantos afazeres. O TEMPO PASSA, O TEMPO VOA… No nosso dia-a-dia temos compromissos como estudos, trabalhos, academia, etc, e muitas vezes acabamos não tendo tempo para trabalhar nossa criatividade, ou ficando sem energias para estas coisas, querendo apenas descansar do stress. Uma coisa que aprendi nestes meses é que é possível sim administrar seu tempo para fazer os compromissos, ter tempo para seus trabalhos e hobbys, e ainda conseguir descansar para restaurar as energias gastas durante o dia – Porém exige MUUUUITA dedicação e disciplina, e nem sempre estas são coisas fáceis de se conseguir. Eu poderia listar aqui mil fórmulas ou aplicativos de celular que ajudam a montar formas de administrar seu tempo, porém em muitos casos elas não funcionam (pra mim ao menos não funcionaram), afinal cada pessoa tem uma rotina e um ritmo e a que funciona pra um estudante jovem pode não funcionar pra um empresário que viaja todos os dias. Vou apresentar algumas dicas simples, coisas que ajudem a você manter um ritmo e um ânimo, e coisas que possam permitir criar mesmo em dias corridos, vamos lá?

  • Carregue sempre uma caneta e um bloco de papel ou caderno pequeno, assim quando você estiver em uma fila de banco, dentro do busão ou preso no trânsito poderá usar o tempo a seu favor;
  • Mantenha a mente ativa, leia notícias, converse com outras pessoas, assista filmes de todo tipo. Receba informação para que sua mente possa trabalhar e usar a seu favor;
  • Evite distrações no momento que estiver trabalhando, pois foco é essencial. Coloque o celular no silencioso, de uma folga pras redes sociais, e guarde alguns minutos para mergulhar no seu afazer;
  • Crie uma rotina e estabeleça horários para poder ter um controle melhor de tudo que você faz, nem que pra isso precise de uma agenda;

Estas são algumas que lembrei agora, a qual também pretendo colocar em prática e com isto voltar gerar conteúdo aqui no blog, pois eu tenho muita coisa acumulada pra criar, muitos assuntos a compartilhar e muitas histórias pra contar. Veja também um post antigo sobre manter o foco e bem-estar clicando AQUI. Deixe aqui nos comentários como você lida com o tempo e suas atividades, acrescente mais a esta conversa, será ótimo conhecer novas maneiras de trabalhar isto. Até a próxima!

LINGUAGEM DOS QUADRINHOS

Neste fim de semana eu estava conversando com meu amigo e colega de estúdio Maurício Dias sobre quadrinhos e sua linguagem, acabamos debatendo algumas coisas bem interessantes a qual achei válidas para abordar em um post.

QUADRINHOS E O CINEMA

Muito se fala do dinamismo do mangá, de como ele consegue passar o dinamismo do cinema para as páginas, pegando emprestado um pouco da ação e emoção da sétima arte, mas talvez a questão do quadrinho vai além disso. O quadrinho não deve pegar o dinamismo do cinema para se fazer valer em sua arte, mas sim deve se valer de recursos e técnicas que são próprias de sua linguagem.

Ultimamente ando fugindo do nicho de mangá e lendo mais comics, graphic novels e quadrinhos alternativos. É incrível a variedade de técnicas que existem de um estilo para o outro, e todas com recursos interessantíssimos de narrativa e estética que apenas nos quadrinhos você poderia encontrar. Ultimamente os games e filmes estão tentando pegar emprestado técnicas de quadrinhos, como no caso dos filmes do diretor Zack Snyder. Ele faz cenas em câmera lenta, ângulos impossíveis e usa de muito dinamismo, mas ainda assim não consegue reproduzir o efeito exato conseguido em uma página de HQ.

CONTROLE DO TEMPO

Uma das principais ferramentas dos quadrinhos é a forma de controlar a passagem de tempo. O artista consegue dominar e brincar com o tempo dentro da história conforme lhe convém, manipulando a forma como o leitos vai compreende-la. Existem quadrinhos que te proporcionam uma leitura rápida, e outros que possuem a mesma quantidade de página mas parecem te segurar muito mais.Isso não quer dizer que uma seja melhor que a outra, mas sim são propostas diferentes.

Quanto mais eu tenho estudado e lido sobre quadrinhos, mais tenho observado como existem mecânicas muito ricas e inteligentes muito bem aplicadas por gênios como Will Eisner, Allan Moore, Neil Gaiman, etc. Se você esta habituado a ler apenas um gênero de quadrinhos, recomendo um passeio por outros estilos, para se surpreender ao ver como as histórias contadas com imagens sequenciais podem ser variadas e fabulosas.