LIST OPEN TO SKETCH CARDS!!!!

I have the ARTIST’S PROOFS of the following collections:

– DC Comics Batman: The Legend
– DC Comics Superman: The Legend
– Marvel Heroes & Villains
– Marvel Greaest Battles
– Marvel Avengers
– Marvel Universe
– Marvel Bronze Age
– Marvel 75 Years

PRICE LIST:
Close up: $30,00
Half Body: $50,00
Background: +$15,00


My friend Daniel HDR (Legion of Super-Heroes, Avengers, Smallville S11, Green Lantern Corps) will be at NYCC 2014, into Artist Alley and you can pick up the commission direct with him!
Email with the subjetc “SKETCHCARD” to rodjer.goulart@gmail.com

 

OUTUBRO–S05E10

Gostosuras ou travessuras? Hoje é Halloween! Uma data muito divertida a qual um bando de gente chata insiste en fazer mimimi pois não é “nacional”. Neste expediente de Outubro falarei sobre isso e comentarei um pouco sobre meus trabalhos.

HALLOWEEN E OS NACIONALISTAS CHATOS

Como é chato quando chega o Halloween aquele bando de gente desocupada que fica reclamando, falando que por ser uma data celebrada nos EUA não pode ser comemorada no Brasil, e que isto vai “contra a cultura nacional”. Nosso país tem proporções continentais, e nossa própria cultura é produto de um amalgama de muitas outras, tanto que metade de nossas datas festivas e feriados são de origens religiosas ou importadas para aquecer o comércio.

Criaram um dia do Saci celebrado hoje para competir com o Halloween, mas pra que? Por que competir com a data ao invés de agregar? Este nacionalismo bairrista é limitante, pois se invés de tentarem lutar contra o quem vem elas tentassem unir forças, seria muito melhor. Veja a própria igreja católica, que ao invés de anular celebrações pagãs as incluiu dentro de suas celebrações (ok, o cunho deles era outro, mas fica o exemplo de que se pode aproveitar coisas externas para se fortalecer, fica a dica Saci).

A cultura nacional é muito interessante, e temos milhares de livros e obras que as exaltam (o próprio Sítio do Pica-Pau Amarelo do Monteiro Lobato esta ai em seriados, animações e até games para divulgá-la na cultura pop). Eu mesmo procuro acrescentar no universo de fantasia medieval da Dragão Escarlate elementos do nosso folclore como criaturas e lendas (por exemplo minhas amazonas, que tem inspiração na cultura indígena).

Para celebrar o dia eu fiz este sketch rápido de uma simpatica bruxa.

ENTRE MEGA SAGAS E DRAGÕES

Apesar de estar com muitas ideias de posts em mente eu acabei deixando o blog as traças, o que é uma pena, porém meu trabalho tem exigido bastante atenção e tenho focado minhas forças nele. Recente,ente acabei de desenhar e fazer arte-final nas páginas do primeiro capítulo da Dragão Escarlate, meu quadrinho autoral, e agora estou trabalhando em uma coleção de cards sobre algumas sagas especificas da Marvel Comics, e tem sido uma aventura buscar as referencias de tais sagas, o que elevou o grau de dificuldade desta coleção. Ao menos o trabalho esta rendendo e estou gostando do resultado, mas tentarei postar por aqui sempre que possível ok?

Novembro vem ai, e custo a acreditar que este ano tão intenso está chegando em sua reta final. Aproveitem bem este mês que começa e nos vemos novamente em breve. Os deixo no clima do Halloween com Marilyn Mason e sua versão de Sweet Dreams!

Ouvindo: Apenas podcasts diversos enquanto trabalho;

Lendo: As Crônicas de Gelo e Fogo – Tormenta de Espadas de George R.R. Martin;

Assistindo: Nada… u_u;

TRAILER DE HOMEM DE FERRO 3

Não é novidade eu ficar empolgado com trailers, alguns amigos dizem que minha opinião sobre um filme antes dele sair nem conta pela euforia que me atinge, mas ontem divulgaram um trailer que me fez surtar, acredito que um dos melhores trailers do ano – Homem de Ferro 3. Segue ele ai:

O trailer tem um clima denso, mostrando que as coisas não estão boas para nosso amigo cientista espacial, elétrico, atômico e genial Tony Stark. É comum vermos Robert Downey Jr. representando o personagem se saindo por cima e cheio de gracinhas, mas as cenas que o trailer mostram sem bem tensas, onde ele diz que não dorme mais em consequência da tecnologia nova, e a destruição de sua vida pessoal. imagino que o filme tem este clima de “ressurgimento”, ainda mais depois da cena final do trailer em que ele parece o Rocky Balboa treinando, hahahah. A nova armadura com a tecnologia Extremis é impressionante, mas confesso que iria ficar mais bacana com predominância de vermelho como as outras. Todos estão falando que o Mandarim está parecendo um anão de O Hobbit, mas foram apenas pequenas cenas dele, e Sir Ben Kingsley é um ator grandioso o suficiente para tirar estas impressões no decorrer do filme. O final com o reator falhando ficou genial, pois pontua todas aquelas cenas de tensão e deixa no ar aquele clima de que um perigo realmente grande esta chegando.

Se a função deste trailer explodir cabeças, pode ter certeza que meu teto está cheio de miolos, pois estou até agora agitado. A cena do hall das armaduras explodindo foi de doer o coração. O filme estreia nos EUA dia 3 de maio, mas como é de costume da Marvel lançar nos outros países uma semana antes, aqui no Brasil estreia dia 26 de abril.

ASCENÇÃO E QUEDA DA POPULARIDADE DOS HERÓIS

Na última quinta-feira, eu e meu amigo colega de estúdio Daniel HDR ministramos, em nome da Staedtler, algumas oficinas de desenho e quadrinhos em uma escola de Porto Alegre para crianças na faixa de 6 a 10 anos. Durante as oficinas atendíamos a pedidos de desenhos de personagens que elas solicitassem, e podemos ver quais os heróis que estão mais e os que estão menos populares entre os pequenos.

NO MEU TEMPO…

Na minha infância (década de 80), os super-heróis mais populares eram os da DC, com Superman e Batman como carro-chefe. Havia o desenho dos Super Amigos, os seriados do Batman, da Mulher-Maravilha e os filmes do Superman com Christopher Reeve que propagavam os personagens da DC na cultura pop muito além dos quadrinhos. Dos poucos personagens conhecidos da Marvel, o Homem-Aranha e o Hulk eram os mais populares entre o povão. Nos últimos anos a Marvel decidiu investir pesado no cinema e seus personagens tiveram boas (e nem tão boas) adaptações, mas foi com Homem de Ferro que a eles acertaram de vez e começaram a reverter o jogo.

SUCESSO DE FERRO

Eu lembro que Homem de Ferro foi o primeiro filme de super-herói que eu vi pessoas que não conheciam nada de quadrinhos gostarem muito. A interpretação do Robert Downey Jr. como Tony Stark foi memorável, pois seu jeito divertido e sarcástico deram muito mais ao filme do que cenas de ação e aventura de um super-herói (que é o que mais acontece em filmes do gênero). Pessoas que nem conheciam o personagem passaram a adora-lo, e não a toa ele se tornou uma das figuras mais pops da editora (junto a Homem-Aranha e Wolverine). Dos pedidos de desenhos das crianças, acredito que quase metade pediu desenho do Homem de Ferro, e fiquei surpreso que algumas pediram desenho do Tony Stark. Foi a primeira vez que pediram para eu desenhar um super-herói sem seu uniforme, e isso evidencia mais o sucesso de Downey Jr. (nunca me pediram “desenha o Peter Parker pra mim”, ou “faz o Bruce Wayne que eu acho ele foda”). As crianças costumam gostar dos heróis que mais se identificam, por este lado é engraçado que elas gostem de um bilionário, filantropo, playboy e bêbado.

CAPITÃO AMÉRICA, AQUAMAN E OS IMPOPULARES

Como o HDR desenhou o prelúdio do filme dos Vingadores (a qual já comentei AQUI), e devido ao filme ainda estar em cartaz, 90% dos pedidos de desenho foram de personagens da Marvel. Em ordem, o segundo mais pedido foi o Hulk e o terceiro o Thor. Não vimos apenas que o Homem de Ferro é muito popular, como também que o Capitão América já não brilha tão forte assim. Para terem uma ideia, teve mais pedidos de desenho do Gavião-Arqueiro e da Viúva Negra do que do herói patriota. Dos heróis da DC foram solicitados apenas Batmans, Mulheres-Gato (que além dos ótimos filmes do Nolan estão em alta com o jogo Arkham City) e “UM” Aquaman, que gerou cujo a solicitação de desenho gerou uma cena engraçada – Quando o menino disse que queria um desenho do Aquaman, uma menina do outro lado da sala indagou com descrença: “O AQUAMAN???” Coitado do Aquaman, nem mesmo as crianças o levam a sério…

Será que a DC vai conseguir dar a volta por cima com o filme Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge e o novo filme do Superman ano que vem? Ou a Marvel vai continuar mantendo seus personagens como mais populares na mente das pessoas comuns com seu Homem-Aranha novo e todo o barulho dos Vingadores? O jeito é ficar de olho.

MARVEL SKETCH CARDS ARTIST PROOF

ORIGINAL MARVEL COMICS ARTIST PROOFS FOR COMMISSIONS!!!! I have 10 cards and I’m opening the season commissions. These are some cards I made.

PRICES

Close up: U$ 25,00 (each character)
Half Body: U$ 40,00 (each character)
Background: U$ 10,00
Shipment: U$ 15,00 (U$ 20 outside North and South America)

If you were interested just contact us at: rodjer.goulart @ gmail.com

 

OBS: Pois é pessoal, estou aproveitando o lançamento do filme dos Vingadores hoje e colocando meus Artist Proofs sketch cards oficiais da Marvel à venda. Não sabe o que é um sketch card? Leia abaixo.

O QUE É UM SKETCH CARD?

Sketch Cards são pequenos cartões com ilustrações originais feitas por ilustradores variados, vendidos em pacotes fechados e colecionados por várias pessoas pelo mundo (principalmente nos EUA). Eu atualmente estou trabalhando na minha quarta coleção de Sketch Cards (atualmente sobre a era de bronze da Marvel). Os artistas costumam receber cards especiais onde podem realizar desenhos exclusivos encomendados por alguém – estes são os chamados Artist Proofs a qual tenho 10 no momento. A tabela de preço acima está em dólar pois a maioria dos pedidos é feita por estrangeiros.

Pra fechar o post e não ser só um mershan safado, deixo aqui o trailer fan-made de um filme dos Vingadores feito em 1978, com cenas e efeitos característicos da época. Aproveitem (e prestem a atenção no Homem de Ferro).

HQ PRELÚDIO DO FILME DOS VINGADORES TERÁ TRAÇO BRASILEIRO!

Tem virado um hábito filmes receberem um prequel em quadrinhos, para os fãs fazerem um aquecimento antes de se deleitarem nas telonas. A Marvel não iria deixar um dos seus maiores projetos cinematográficos fora dessa, e Os Vingadores vai ter em seu prequel arte de brasileiros.

Marvel’s The Avengers Prelude será uma mini-série em 4 capítulos, e terá o roteiro de Chris Yost e Eric Pearson, e vai narras os acontecimentos que antecedem o filme que estréia dia 27 de Abril nos cinemas brasileiros. Mas o mais legal, é que a arte ficará por conta de dois brasileiros – O grande Luke Ross e meu amigo e colega de estúdio Daniel HDR.

Desenho de Daniel HDR.

A mini-série provavelmente vai ser lançada no Brasil também, saindo um pouco antes da estréia do film, fique atento!

CRISES, MASSACRES E MEGA SAGAS NOS QUADRINHOS

Recentemente foi anunciado que haverá na Marvel uma mega saga que vai por frente a frente os X-Men contra Os Vingadores. Resolvi fazer este post sobre estas mega sagas que volta e meia são feitas no universo dos quadrinhos americanos.

INFINITAS CRISES

O mercado de quadrinho americano é um dos maiores do mundo, e tem no seu gênero de super-heróis ícones como Superman, Homem-Aranha, Batman e por ai vai. Muitas pessoas criticam dizendo “Caramba! Eles usam os mesmo personagens a anos! Porque não colocam um fim e começam algo novo?” ou mesmo “Os personagens de comics não envelhecem, são eternos, passam por tanta coisa que não tem como acompanhar a cronologia!”. De certo modo estão certos, mas (ao meu ver) a indústria de quadrinhos americanos não é tão estática assim.

A mais ou menos a cada década eles criam alguma super saga intergaláctica onde morre muita gente (que volta mais tarde) e redefine todo o universo dos personagens, os atualizando para os tempos atuais. As revistas em quadrinhos não são feitas para você comprar para todo sempre, e sim para ser um entretenimento, uma diversão, uma aventura que você participa junto com o personagem. As mega sagas são criadas para atualizar os personagens a um novo tipo de publico, para apresentar os personagens a uma nova geração de leitores (afinal, o leitor de antigamente que cresceu brincando na rua não é o mesmo que cresceu com internet e video games avançados). Sagas assim acabam se tornando muitas vezes arcos interessantes de aventuras que depois são vendidos encadernados, vale a pena para quem não tem paciência para acompanhar mensalmente e quer algo completo.

PERSONAGENS ETERNOS

Não vejo problema em usarem os mesmos personagens por tanto tempo, afinal eles estão ai porque funcionam e porque eles tem novas coisas a contar para as gerações que estão chegando. Muitos leitores pegaram gosto por este passatempo através dos quadrinhos, alguns até aprenderam a ler com eles. Os personagens hoje já são ícones da cultura pop, se tornaram eternos e símbolos na mente das pessoas, já não se pode abandona-los assim do nada. Hoje a indústria de quadrinhos fatura muito com suas franquias em brinquedos, animações, games, roupas e por ai vai.

Enfim, acho que como medida editorial, estas sagas escatológicas são interessantes, pois a renovação (quando feita para melhor) é sempre interessante. A maioria dos leitores mais aficionados acaba por ficar frustrado com elas pois muitas vezes acabam por distorcer e deixando pontas soltas na cronologia, mas eles tem que entender que os quadrinhos não são feitos só para eles, mas também para aquela pessoa que está pegando uma revista pela primeira vez e não quer ter que saber sobre trocentas sagas passadas pra entender a história. Que venham novas sagas divertidas e interessantes, depois eu compro o encadernado e saiu felizão sem frustração alguma! =D

 

OBS. (Já votou no LISTÃO 2011 aqui do blog? clique AQUI e de seu voto!)