ERA DE BRONZE DOS QUADRINHOS

Toda forma de arte passa por mudanças significativas, refletindo as transformações do mundo ao seu redor, e com a nona arte não poderia ser diferente. Atualmente ando trabalhando em uma série de Sketch Cards da Marvel Comics referente a chamada Era de Bronze dos quadrinhos, uma fase onde muitas mudanças marcariam a forma de se ver as hqs.

FIM DO PURITANISMO

Na Era de Prata, os quadrinhos seguiam uma linha puritana, com menos violência e sensualidade, pois o selo Comic Code Authority  na capa garantia que as revistas não teriam nada considerado maduro (isso culminou na falência de muitas editoras, que viviam de quadrinhos de terror e suspense, fazendo o gênero de super heróis ganhar força total). No fim da década de 60 surgia a Era de Bronze, trazendo amadurecimento para os personagens, pois o foco do público havia deixado de ser as crianças, sendo necessária a abordagem de temas mais sérios. Aos poucos os quadrinhos começavam a se livrar do código de ética imposto na Era de Prata, e temas mais densos como alcoolismo, drogas e racismo eram abordados e discutidos, deixando alguma moral ou exemplo para o leitor.

NOVAS ABORDAGENS

As minorias ganharam espaço durante a Era de Bronze, trazendo um novo leque de possibilidades para as hitórias. Versões femininas de heróis nasciam como a Mulher-Hulk, Mulher Aranha, Super Girl e Miss Marvel. A raça negra ganhava representantes como a Tempestade, Luke Cage, Cyborg e Blade. Os X-Men já existiam, mas foi durante a Era de Bronze que teve o surgimento da segunda equipe (onde Wolverine dava o ar da graça) e que suas histórias passaram a fazer sucesso. O preconceito contra os mutantes e a perseguição de minorias virou assunto recorrente em suas histórias. As artes-marciais estavam na moda, e com isso heróis com poderes baseados em técnicas de luta como o Punho de Ferro recheavam as páginas. Conan chegava aos quadrinhos, trazendo uma onda de violência e sexualidade que quebrou tabus, dando força para o ressurgimento de gêneros como capa e espada e até mesmo o velho terror, tirando a predominância dos poderosos com uniformes coloridos. As Guerras Secretas aconteciam na Marvel e muitos personagens tiveram seu visual modificado, como o Homem-Aranha, que ganhava o uniforme negro (que mais tarde se tornaria o vilão Venom).

Graças a Era de Bronze os quadrinhos passaram a abordar temas mais sérios e deixaram de ser um produto direcionado apenas ao público infantil. Seu fim se deu na segunda metade da década de 80, quando histórias mais densas onde o argumento muitas vezes se destacava ao visual nasciam (como o caso de O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller), mas isto é assunto para outro post.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s