TOKUSATSU!

Quem foi infante entre as décadas de 60 e comecinho de 90 com certeza cresceu assistindo tokusatsus – Eu fui uma destas crianças. Decidi fazer este post em homenagem a esta arte e também para a galerinha nova que nunca ouviu falar poder se interessar pelos saudosos heróis coloridos, que com suas poses e ataques poderosos derrotavam o mal todo dia.

TOKUOQUÊ?

Antes de mais nada vou explicar o que é tokusatsu. Este termo vem da expressão japonesa “tokushu satsuei”, que na tradução seria algo como “filme de efeitos especiais” . Este termo era usado pra qualquer coisa que usasse efeitos especiais, mas com o tempo se tornou a alcunha de seriados Live-Action de super-heróis japoneses que não poupavam no uso de explosões, maquetes e pirotecnias diversas da época para tornar aquele mundo de fantasia real. O primeiro foi o National Kid na década de 60, depois a família Ultra imperou na década de 70, mas foi a extinta TV Manchete investiu pesado na década de 80 em produções japonesas – tanto tokusatsus quanto animes – e pode se dizer que ela foi a responsável pelo BOOM! da cultura nipônica pop no começo da década de 90 aqui no Brasil. Dezenas de heróis coloridos ou com armaduras de metal enfrentando criaturas emborrachadas dominavam o horário nobre do canal.

TIPOS DE HERÓIS

A quantidade de séries deste tipo é enorme, e para facilitar um pouco as coisas podemos dividi-las nos seguintes gêneros:

 

Super Sentai: São aquelas séries onde geralmente cinco heróis usam roupas iguais mas com cores diferentes (e o vermelho é o líder) e enfrentam alguma força alienígena maligna que manda soldados patéticos que apanham com um tapa e um outro monstro mais forte. Este último acaba por ficar gigante por algum método do inimigo e força os heróis a pilotarem um robô humanoide gigante. Eu desenhei muito super sentai usando a caneta Bic 4 cores, mas ficava frustrado por ela ter “quatro” e não “cinco” cores – sempre faltava um. Os mais famosos no Brasil eram os Changeman, Flashman e os Power Rangers, que na verdade era uma produção americana que compilava cenas de diversos super sentais japoneses diferentes para fazer suas “temporadas”.

 

Metal Hero: Com muita influencia de ficção-científica e robótica, surgiram heróis que usavam armaduras metálicas e de alta-tecnologia (alguém disse Homem de Ferro?), para enfrentar alienígenas malignos. Haviam aqueles que eram policias do espaço, androides ou mesmo uma força tarefa da terra que usava a tecnologia para solucionar casos não TÃO sinistros (como o Winspector e Solbrain). Este foi o gênero com mais série no Brasil, dentre elas Sharivan, Jiban, Jiraya (o ninja discreto que na abertura atravessava a janela de um prédio e deslizava por uma mesa de reunião para sair do outro lado), e o mais famoso de todos Jaspion.

 

Família Ultra: Vindos da Nebulosa M-78, os guerreiros da família Ultra procuravam um hospedeiro na Terra para se ocultar e nos momentos críticos ficarem gigantes e enfrentarem os monstros que tentavam invadir o planeta. Ultraman fez muito sucesso aqui no Brasil e até hoje tem muitos fãs. Eu vi pouca coisa de Ultraman quando era pequeno, fui ver mais sobre quando já era macaco velho, mas tenho um carinho e simpatia pela família de olhos gigantes e corpo branco e vermelho.

 

Kamen Rider: Este herói nasceu nos mangás e posteriormente se ganhou uma série live-action. A principal característica dos Riders é a roupa (ou armadura nas versões atuais) de gafanhoto e uma moto estilosa. Os primeiros Riders eram jovens que se tornaram ciborgues, posteriormente vieram os que se tornaram mutantes por algum acidente e atualmente são guerreiros que usam armaduras baseadas em insetos variados. Eu lembro que gostei muito do Kamen Rider Black pois ao contrário dos outros tokusatsus, ele não usava armas pra seus golpes especiais, e sim desferia seus ataques com os punhos e pés – sem falar que a transformação dele é muito clássica, com seu corpo soltando fumaça após a conclusão. Apesar de possuir muitas series, no Brasil as mais famosas foram Kamen Rider Black e sua continuação Kamen Rider Black RX.

 

Henshin Hero: “Henshin” significa transformação em japonês, e praticamente TODOS os heróis de tokusatsus passam por uma transformação para assumirem sua forma de combate. A designação Henshin Hero é usada para qualquer heróis que se transforma e não se encaixa nas classificações anteriores. No Brasil tivemos o famoso National Kid, o PODEROSO Lion Man (uma dádiva dos ninjas), Cybercops, Patrine, dentre outros.

 

Kyodai Hero: Qualquer herói que fique gigante (dai o termo Kyodai) e que não seja da família Ultra. Aqui no Brasil tivemos o Vingador do Espaço, Robô Gigante e o Spectreman (que possuía o Dr. Gori, um dos vilões mais memoráveis do Tokusatsus e que teve uma morte marcante).

O mershandising faturava horrores com estas séries, eu mesmo tive bonecos de vários deles (lembro até hoje da lendária batalha entre o Jaspion do meu irmão e do meu Jiraya que resultou num golpe de espadas onde a espada do Jiraya foi partida pela do Jaspion). Houveram muitas revistas em quadrinhos feitas no Brasil com estes personagens – e o material não era nem um pouco ruim diga-se de passagem.

Acredito que estas séries foram muito bacanas na minha formação, pois seus episódios além de aventuras e explosões sempre tentavam passar alguma lição de moral e ensinamento. Hoje em dia alguns canais transmitem um ou outro tokusatsu, mas se você ficou interessado e quer conhecer mais (ou mesmo relembrar) procure na internet pois tem muito material bacana. Até a próxima e HEEEEENSHIN!!!

OBS. Meu amigo e colega de estúdio Rogério de Souza tem em seu blog uma sessão onde faz divertidas resenhas sobre Spectreman, confira no link AQUI.

FONTE: Wikipédia

Anúncios

Uma resposta para “TOKUSATSU!

  1. Legal o texto. Incrível eu (e muitas crianças) tinham paciência pra assistir esses seriados e não implicavam com as coreografias e preparações nas batalhas. Já li as resenhas do Rogério, que são de se mijar, mesmo. ZORRA TOTAL, perde! Hehe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s