O PODER DE PARAR UM UNIVERSO!

Quando você cria uma história, seja ficção ou não, você acaba criando todo um universo recheado de pessoas, histórias, lendas, lugares. Seu universo pode até ter sua própria física, onde não necessariamente às coisas precisem cair para baixo, ou um espaço onde explosões fazem barulho. Seu universo ganha vida conforme mais pessoas vão o conhecendo além de você, mas e quando você para, como este universo fica?

No ano de 2003 eu tive a idéia de DRAGÃO ESCARLATE, uma simples história de fantasia medieval que narrava as aventuras de Ben em sua jornada do herói, não tinha pretensão alguma com a revista, havia feito para mim. Em 2004 acabei fazendo uma boa tiragem desta primeira edição e passei a vender na cidade que eu morava no interior e pela internet em um fórum de fanzines. A revista começou a ganhar cada vez mais fãs, e no fim de 2006 eu comecei a vendê-la em eventos de anime. A comunidade no Orkut chegou a ter quase 200 membros (para um fanzine singelo até que era bastante) e muitos fãs ficaram interessados em fazer cosplays dos personagens.

Mas eu nunca dei a atenção devida para a Dragão Escarlate. De 2003 até 2009 saíram apenas 8 edições, com grandes intervalos entre si. A comunidade no Orkut está parada a anos, tendo cerca de 130 pessoas e caindo. Existe a lendária edição 9 que estou para lançar a muito tempo, mas nunca sai… Todo o universo que criei passou a existir na mente dos leitores, para eles os personagens são como pessoas e eles sabem como eles pensam, esperam reações próprias de cada um, tem seus favoritos, enfim, Dragão Escarlate é um universo que possui vida – e eu consegui fazer este universo parar.

Eu tenho várias idéias de tramas e histórias (como o teaser de Imersão que postei mês passado), todas até mais curtas que a Dragão Escarlate, mas eu não posso menosprezar o fato de que já existe um universo criado e preciso fazer com que ele continue a rodar. Quantos fãs eu já não perdi por perderem o interesse em uma história que não anda pra frente? No momento estou fazendo um “remake” da Dragão Escarlate (afinal minha maneira de escrever e desenhar mudaram bastante de 2003 pra cá) e eu decidi que o tempo que eu gastaria produzindo novas tramas no intervalo entre meus trabalhos, vou usar para continuar a saga de Ben.

Ben desta vez quer ir até o fim.

Por respeito aos fãs da Dragão Escarlate e por respeito a próprio universo que eu criei eu vou continuar sim a trabalhar nela e só vou parar quando ela chegar ao seu fim. Meus outros projetos pessoais vão entender e esperar na gaveta mais um tempinho antes de baterem suas asinhas na mente das pessoas.

Existe uma clara diferença quando você para um universo na metade da produção de uma história e quando você para pois chegou ao fim. Histórias com começo, meio e fim entregam na mão dos leitores a oportunidade de imaginarem como as coisas vão acontecer dali em diante, ela aponta a direção e deixa que eles caminhem com suas próprias pernas. Uma história sem fim deixa muitas pontas soltas e direções confusas – Seria como se LOST acabasse na terceira temporada e nunca mais fizessem nada.

Quantas histórias você já criou? Quantas ganharam vida e seguiram em frente e quantas estão estagnadas? Um escritor, roteirista, tem o poder de criar universos inteiros e de Pará-los completamente, deixando milhares de pessoas  presas dentro dele querendo saber como as coisas vão continuar. Não é uma grande responsabilidade?

 

Anúncios

3 Respostas para “O PODER DE PARAR UM UNIVERSO!

  1. Pois é, no meu caso já deixei muitos projetos parados. Atualmente tenho um fanfiction que seria em texto que mexe com personagens dos anos 80 e outro que estou fazendo em parceria com um amigo (Você deve saber quem é…).
    Mas tenho outros em andamento, o já conhecido Menores do Amanhã e o Debiloid’s cujo o próximo fanzine tem grandes chances de sair este ano. Sem falar que estou retomando uma história com o Dédis depois de um longo periodo espero poder terminar…

    Abraço.

  2. E quem não tem projetos que pararam só no sketch? No meu caso, tenho dois, planejados em parceria e uma hq futurista que sai (de vez em quando) no meu zine VISÃO ANDF. Sem contar meu projeto desenvolvido no curso do DINAMO, usando ideias “antigas”, que saíra (tem que sair) num zine. XD

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s